Você tem animais de estimação em casa? Eles provavelmente são uma parte importante da sua família.

10 doenças que você pode pegar dos seus bichinhos – e como se prevenir

Você tem filhos peludos em casa? Eles são provavelmente uma grande parte da sua família. Animais de estimação fornecem toneladas de amor, atenção e entretenimento. No entanto, eles também podem transportar bactérias perigosas e contagiosas. Sim, é possível pegar certas doenças de seus animais de estimação.

Felizmente, há muitas dicas para evitar que isso aconteça. Neste guia, abordaremos 10 doenças que você precisa ficar de olho, e como evitar que elas se espalhem. Afinal, você não quer perder nenhum tempo precioso com seus amigos peludos.

1. Micose

Micose é uma infecção fúngica que existe em animais de estimação mais jovens. Não é normal pegar micose de animais mais velhos. Se o seu gatinho ou cachorrinho tiver esse problema, ele pode se espalhar pelo seu contato com cobertores, pele ou fezes do bichinho.

Você saberá que tem micose quando começar a ver círculos vermelhos e escamosos na sua pele. Eles podem coçar ou doer. Essa condição é frequentemente tratada com pomadas ou remédios orais (em casos graves). Agora, para evitar isso, você deve lavar as mãos regularmente. Também é essencial usar luvas quando entrar em contato com o animal infectado ou suas fezes.

2. Ténia, lombriga e ancilóstomo

Lombrigas são comuns em animais jovens, como cachorros ou gatinhos. Eles devem fazer exames e ser tratados o mais rápido possível. A tênia pode causar problemas cardíacos, cerebrais e pulmonares quando não tratada. Então, é importante cuidar disso rapidamente. Isso vale para você também. Você pode facilmente pegar esses parasitas se não lavar as mãos depois de limpar fezes ou cobertores dos seus bichinhos.

Você sabia que os ovos desses parasitas podem sobreviver até um mês em solo contaminado? Eles são muitas vezes deixados para trás quando um animal infectado vai ao banheiro do lado de fora. Se você pegar lombriga, o seu médico pode prescrever algo que possa tratar disso rapidamente.

Ancilostomídeo é outro parasita que você pode pegar de solo contaminado. Eles entram na superfície da sua pele e ela fica infectada. Existem tratamentos para ancilostomídeos disponíveis se a condição não cicatrizar por si só. No entanto, o melhor tratamento é sempre a prevenção. Siga as mesmas precauções que você usaria com lombrigas para evitar infecções por parasitas.

A maioria das pessoas já ouviu falar de vermes. Eles são parasitas desagradáveis. Seu animal de estimação pode facilmente pegar um por via oral, por pulgas infectadas ou fezes de outros animais. Impeça isso, ficando de olho neles.

Trate seus animais regularmente com remédios antipulgas. Se a tênia não for tratada, tanto você quando seu animal de estimação, podem desenvolver problemas nutricionais e gastrointestinais. A tênia pode ser tratada com uma receita do seu médico.

3. Salmonelose

Você é uma pessoa que gosta de répteis? Eles também podem espalhar infecções. Os répteis são portadores conhecidos de Salmonelose. Essa doença não causa sintomas para eles, mas pode significar uma semana difícil para você.

Os sintomas que se manifestam em humanos incluem diarreia, vômito, febre e cólicas. Esta condição é especialmente prejudicial para idosos e crianças pequenas. Os sintomas podem durar mais de uma semana, em alguns casos.

A melhor maneira de evitar isso é manter os répteis longe de seus familiares mais vulneráveis. Se você tem um réptil de estimação, lave as mãos depois de brincar com ele. Também é fundamental manter as gaiolas limpas e não limpá-las na cozinha. A salmonelose é facilmente disseminada dessa maneira.

4. Toxoplasmose

A toxoplasmose causa sintomas semelhantes aos do vírus da gripe. No entanto, pode durar até duas semanas! Além disso, as mulheres grávidas precisam ter um cuidado especial, pois a toxoplasmose pode causar sérios problemas de saúde para elas e para o bebê.

Essa doença se espalha pelas fezes dos gatos. Para evitar isso, lembre-se de lavar bem as mãos depois de limpar a caixa de areia do seu gatinho. Você pode usar luvas para a limpeza também. Se você ou alguém em casa estiver grávida, peça para outra pessoa limpar a caixa de areia do gato. Não vale a pena correr esse risco.

5. Febre do Papagaio

A febre do papagaio é adquirida por inalar toxinas de excrementos do seu pássaro. Essa condição também é conhecida como Psitacose. Espécies de pássaros como papagaios, araras e periquitos podem ser portadores. Eles não apresentam nenhum sintoma, mas você irá. Os sintomas dessa condição incluem tosse seca, febre e dores musculares.

Evite a Psitacose usando máscara e luvas quando limpar a gaiola do seu amigo. Se você acabar contaminado mesmo assim, consulte o seu médico para que ele prescreva antibióticos. Isso podem tratar o problema com bastante facilidade.

6. Tuberculosa aviária

Esta é outra condição que se espalha através do contato com as aves. É diferente da tuberculose humana. Além disso, não é tão fácil de tratar. Se você tem um sistema imunológico enfraquecido, suas chances de se infectar aumentam significativamente.

Além disso, é importante comprar seu pássaro em uma loja de animais legal. Ele deve ser registrado também. Se você comprar de um vendedor de aves ilegal, as chances de pegar doenças são ainda maiores.

7. Febre do Arranhão de Gato

Esta condição se apresenta em gatos, infectados com pulgas, que transportam a bactéria Bartonella Henselae. Se o seu gato arranhar você, essas bactérias podem entrar na ferida. Você apresentaria sintomas como inchaço nos gânglios linfáticos e febre.

Se você começar a sentir algum destes sintomas, é importante consultar o seu médico. Para evitar isso em primeiro lugar, lave qualquer mordida ou arranhões do seu gato com água morna e sabão. Também é recomendado tratar seu felino contra pulgas mensalmente.

8. Leptospirose

Essas bactérias podem viver por semanas ou meses no solo. Ratos, esquilos e cães podem espalhar essa condição através de suas fezes. Cães podem contrair a doença pelo solo contaminado e transmiti-la para você.

Se você pegar, os sintomas incluem vômitos, erupções cutâneas, calafrios e febre. Em casos não tratados, pode causar insuficiência renal.

Evite a leptospirose, mantendo as vacinas do seu cão em dia. Você também deve tentar manter seu gramado livre de roedores. Se você pegar leptospirose, agende uma consulta com seu médico. Uma rodada de antibióticos deve resolver.

9. Raiva

Vacinação regular contra a raiva é uma obrigação, especialmente para animais de estimação que ficam ao ar livre. Animais como raposas, guaxinins e morcegos podem carregar os agentes dessa doença infecciosa. Se o seu animal de estimação é atacado por um desses outros animais, podem ser infectados.

Então, se o seu cão morde você, o vírus da raiva pode entrar na corrente sanguínea. Os sintomas são semelhantes aos do vírus da gripe, mas também podem haver alucinações. Não há tratamentos reais disponíveis, então a raiva geralmente é fatal para os seres humanos. Se você começar a notar qualquer um desses sintomas depois de ser mordido, vá para a sala de emergência.

10. Coriomeningite Linfocítica

Hamsters de estimação podem carregar esta doença. Ela é transmitida através de fezes e urina. Sintomas semelhantes aos da gripe acompanham esta infecção, mas as mulheres grávidas precisam ter um cuidado especial. Isso pode afetar o desenvolvimento cerebral de bebê em formação.

Certifique-se de lavar bem as mãos depois de limpar a gaiola do hamster. Se você estiver grávida, deixe outra pessoa cuidar disso. Embora os casos graves sejam raros, eles podem resultar em uma internação no hospital.

Resumo

Você pode facilmente pegar essas condições de seus animais de estimação. No entanto, a maioria delas é facilmente tratada ou evitada. A limpeza e as visitas regulares ao veterinário são as melhores maneiras de evitar que essas infecções se espalhem. Nós todos amamos nossos amigos peludos e escamosos. Use estas dicas úteis para manter seu amiguinho saudável e feliz.

Você achou este artigo útil? Então, compartilhe com seus amigos que também tem animais de estimação. Conhecimento é poder e a prevenção é fundamental.

Nosso conteúdo é criado com o melhor do nosso conhecimento, mesmo assim é de natureza geral e não substitui uma consulta individual com seu médico. Sua saúde é importante para nós!!

Fonte: Apost